O sintoma da cinderella à meia noite

  A fada madrinha nunca foi tão bondosa ao estabelecer um prazo final para a sua magia. Cinderella se encantou com o que viu, a vida e...


  A fada madrinha nunca foi tão bondosa ao estabelecer um prazo final para a sua magia. Cinderella se encantou com o que viu, a vida entre a nobreza, o privilégio que recebeu em ter uma roupa maravilhosa e um cabelo magnificamente arrumado. Teve, por horas,o melhor da vida:  foi vista, respeitada, amada, desejada, feliz.
  E então entra a maldade, os sinos tocam e já é meia noite. O que era doce se acabou. A tristeza aparece de uma forma inimaginável, a desilusão é grande demais para ela. Por que, fada madrinha? Por que mostrar a ela que a vida podia ser muito melhor do que o que ela tinha antes? Antes, pelo menos, ela aceitava ser pobre, escravizada e mal tratada. Antes ela não sabia como era ser feliz de verdade, portanto, a felicidade era aquilo que ela vivia. Agora, senhorita fada, a pobre coitada tem do que se lamentar. Viu com os próprios olhos a vida que poderia levar se fosse rica, se fizesse parte da elite. Agora lá está, a menina que antes cantava para os camundongos, chorando pelos cantos. 
O encanto acabou.

XOXO

You Might Also Like

4 comments

  1. Adorei Giovanna. Quem nunca passou por isso que atire a primeira pedra!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, Giovanna! Seu texto é lindo!
    É difícil a gente "perder" os sonhos, né...

    Beijinhos

    www.burguesinhas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho uma das coisas mais difíceis de superar: perder aquilo que você custou para ter.

      xoxo

      Excluir

Oi, obrigada por comentar. Assim que eu ler o seu comentário, responderei. Caso queira entrar em contato, meu e-mail é: giiovannaluna@hotmail.com